Renda extra: ganhe dinheiro fazendo o que você gosta

Descubra onde estão as oportunidades de renda extra! Aprenda a calcular o custo e o preço para ter lucro e a usar a internet para ganhar dinheiro. Veja, ainda, dicas e truques para se dar bem com a venda de produtos e serviços

22 de abril de 2022 6 min. leitura

O final do mês chegando ao fim e o dinheiro, pelo jeito, não será suficiente para todas as contas. Essa situação é vivenciada, no dia a dia, por milhões de brasileiros. As pendências se acumulam e, com elas, as dívidas. Em outros casos, o dinheiro é suficiente para manter as faturas em dia, mas não sobra um centavo para guardar.

Se isso tem acontecido com você, calma! Existem muitas formas de conseguir uma graninha para ter um fôlego financeiro, sair das dívidas ou começar a formar a sua reserva de emergência. Há muitos caminhos para isso: você pode aprender algo novo, usar o que você já sabe fazer e escolher atividades que não exijam investimentos. Nesta matéria, trazemos todas as informações que você precisa ter em mãos na hora de escolher o seu!

O que você ira aprender: o que é renda extra, como usar suas próprias habilidades para fazer renda, onde estão as oportunidades para ganhar dinheiro, como se organizar para ter lucro, dicas do que vender em datas especiais e muito mais. 

Destaques

  • O que é renda extra
  • Como descobrir a fonte de renda extra mais adequada para você
  • Onde estão as principais oportunidades de renda extra
  • Como aproveitar as datas especiais para ganhar dinheiro
  • Como planejar financeiramente sua fonte de renda extra
  • Aprenda a calcular o custo do produto para ter lucro
  • Passo a passo para se formalizar
  • Dicas para fazer a sua divulgação

O que é renda extra

Renda extra é aquele dinheiro que entra além do emprego formal, vindo, normalmente, de uma atividade desenvolvida naqueles horários em que não estamos no trabalho - à noite ou aos finais de semana, por exemplo. Recentemente, o termo também tem sido usado para se referir a fontes alternativas de renda que são buscadas quando se está desempregado.

Há diversas formas de se conseguir uma renda extra. Seja oferecendo algo que você mesmo faz, buscando oportunidades que exijam poucas horas de dedicação ou apoiando alguém com a prestação de um serviço, o importante é aproveitar e desenvolver suas habilidades. Siga lendo para ver onde estão as melhores chances.

Como descobrir a fonte de renda extra mais adequada para você

O mais importante, ao definir como você vai ganhar a sua renda extra, é se conhecer. Todo mundo tem algo que gosta de fazer e faz bem. Existem os bons cozinheiros, aqueles que têm habilidades manuais, quem é muito organizado e quem adora vender. Uma maneira de se dar bem em uma atividade de renda extra é centrar esforços em algo que você já sabe fazer. Explore o potencial que você já tem!

Mas você também pode incrementar ou descobrir uma nova fonte de renda fazendo um curso gratuito sobre uma atividade que você tem interesse em aprender. Se você não quer produzir algo, pode prestar um serviço, como organizar armários, cuidar de bichos de estimação ou divulgar produtos de outras pessoas ganhando uma comissão. Há um mundo de possibilidades! 

Ainda está em dúvida do que poderia oferecer ao mercado? Confira a seguir algumas das oportunidades para se conseguir uma renda extra atualmente. Quem sabe uma delas não poderia servir de inspiração para você?

Onde estão as principais oportunidades de renda extra

Programas de afiliados

Muitas lojas oferecem programas de afiliados, que funcionam mais ou menos do mesmo jeito, ainda que tenham condições diferentes: você monta uma loja virtual no marketplace em uma rede social ou no próprio site do e-commerce com o qual irá trabalhar. Aglutina ali os produtos que irá vender, divulga, vende e ganha um percentual sobre o valor da venda. 

Lojas Americanas, Casas Bahia, Brastemp, Amazon e Magalu são algumas das inúmeras lojas e marcas com programas de afiliados. Na Magalu, por exemplo, você começa na categoria novato e, à medida em que for ampliando as vendas, vai ganhando pontos e pode chegar à categoria diamante. No nível novato, ao vender um perfume que custa cerca de R$ 299,00 você ganha R$ 14,00. Na categoria diamante, seu lucro será de R$ 23,00.

E você nem precisa se preocupar com a cobrança ou a entrega do produto. As lojas que mantêm programas de afiliados costumam cuidar dessa parte. Você só precisa ser um bom vendedor. E muitas delas ensinam bons truques para quem quer começar. Há inclusive plataformas, como Hostinger, Shopify, e-bay, Rakuten e Afily, entre outros, que ajudam a gerir e funcionam como aglomeradores de programas de afiliados.

Monetização de redes sociais

Se você tem um canal no YouTube com mais de mil inscritos e 4 mil visualizações, pode se candidatar ao Programa de Parcerias do YouTube. Se o seu pedido for aprovado, basta se cadastrar no Google AdSense, que relaciona anúncios à sua página de acordo com os visitantes e o conteúdo disponível, e você ganha uma taxa por anúncio veiculado.

Já o Facebook (Meta) monetiza páginas por meio de publiposts, que são postagens pagas feitas por empresas interessadas em aliar suas marcas à sua imagem. Se você fala sobre alimentação, uma indústria de temperos pode se interessar em pagar para aparecer nos posts de sua página. Outro mecanismo de monetização é o Ad Breaks, para páginas com mais de 10 mil seguidores e pelo menos 30 mil visualizações acima de um minuto.

O Instagram, por sua vez, monetiza perfis por meio de posts patrocinados, que possibilitam que você use suas postagens como um espaço publicitário. Se alguma marca tem interesse em aparecer em um post no qual você fala sobre ela, você pode ganhar por isso. Você também pode ganhar dinheiro por meio de lives monetizadas.

Leia esta matéria para saber mais sobre monetização de conteúdos em redes sociais.

Bonificação de aplicativos

Muitos aplicativos oferecem recompensa pela realização de alguma tarefa, retribuindo os usuários com dinheiro diante de alguma ação. Para se beneficiar desse recurso, você só precisa ter um celular na mão. Faça uma pesquisa para descobrir aplicativos que oferecem bonificação e o que eles exigem em troca. A partir daí, basta baixar o aplicativo de seu interesse e começar a usar. A dica é conferir a reputação do app na internet e em sites como o Reclame Aqui para evitar cair em golpes.

Quitutes e refeições prontas

Se você manda bem na cozinha, considere usar a comida como fonte de renda extra. Você pode vender refeições prontas, como marmitas para o dia a dia ou pratos especiais em datas importantes. Muitas pessoas, por causa da rotina corrida, não têm tempo para cozinhar, o que faz com que esse tipo de produto tenha bastante procura.

É possível, também, oferecer quitutes como bolos e tortas inteiros, para comemorações, ou em pedaços para um lanchinho. E, se você tem outros adultos na casa, considere incluí-los na preparação dos pratos. Assim, toda a família se envolve em uma atividade que trará benefícios financeiros para todos.

Renda extra: ganhe dinheiro fazendo o que você gosta: homem mostrando hambúrguer pronto

Costura, reforma e customização de roupas

Outra forma muito interessante de se conseguir um dinheirinho é corte e costura de roupas, bolsas, colchas, almofadas, toalhas, panos de prato ou outros itens para a casa. Se você tem uma boa relação com linhas e agulhas, considere investir nessa área. Você pode tanto oferecer itens sob medida, como um vestido especial, quanto fazer várias peças em tamanhos e formatos variados para oferecer à clientela.

A customização de roupas e adereços é outra frente que tem atraído muita gente. A pessoa traz peças de roupas usadas e você faz apliques, recortes, bordados, enfim, usa a sua criatividade para deixar cada peça com cara de nova e com o jeito de quem fez a encomenda. É possível ter um bom retorno financeiro com essa atividade.

Pinturas, bordados, desenhos e outros artesanatos

Explore a sua veia artística! Você adora criar com as mãos, fazendo desenhos, arranjos, esculturas e outras formas de artesanato? Saiba que há pessoas que têm interesse em comprar peças únicas e exclusivas feitas por mãos habilidosas. Considere transformar uma atividade prazerosa também em uma fonte de renda extra!

Trabalhos artesanais estão em alta no mercado e você pode conseguir vários clientes com este tipo de produto, tanto para embelezar a própria casa ou dar de presente a pessoas queridas.

Entrega e delivery

Você tem o seu próprio meio de transporte, como uma moto ou uma bicicleta? Pode ser uma boa ideia atuar com entregas! Há vários estabelecimentos que oferecem serviços de delivery a seus clientes e precisam de alguém que leve o produto até o consumidor final. Essa pode ser uma boa forma de conseguir uma renda extra!

Motorista de aplicativo

Se você tem um carro, pode atuar com entrega de mercadorias ou se cadastrar como motorista em plataformas como Uber ou 99. Este tipo de serviço também pode ser feito em horários mais flexíveis, podendo ser conciliado com um emprego formal ou outra atividade que você já exerça. De quebra, você ainda aproveita para conhecer lugares da cidade aos quais não necessariamente iria por conta própria.

Ensinar o que você sabe

Dar aulas particulares pode ser uma ótima forma de conseguir fazer uma renda extra! E o ensino não se restringe a matérias “clássicas”, como matemática ou português. Se você fala outra língua, como alemão, francês ou italiano, considere oferecer aulas desse idioma. Há, inclusive, aplicativos em que é possível fazer este tipo de serviço online! Faça uma busca na internet para descobrir.

Você também pode dar aulas sobre outros assuntos que conheça bem, como filosofia, literatura, música, pintura ou confeitaria. Sempre tem alguém em busca de um novo hobby ou querendo saber mais sobre algum tema que conhece pouco. Além disso, é muito prazeroso compartilhar o próprio conhecimento com pessoas interessadas - e ganhar para fazer isso é melhor ainda.

Consertos domésticos

Seus familiares sempre lembram de você quando precisam trocar a resistência do chuveiro, ajeitar o encanamento, furar a parede ou preparar um canteiro para horta? Use essas habilidades a seu favor! Se você é bom com consertos e serviços domésticos, divulgue seus serviços nas redes sociais, começando com seu grupo de amigos. Afinal, reparos em casa são muito comuns e você pode conseguir uma fonte constante de renda extra.

Cuidados com animais de estimação

Você adora bichinhos e se dá super bem cuidando de gatos ou cachorros? Considere prestar serviços para o setor de animais de estimação! Existe, por exemplo, uma demanda grande por passeadores de cachorros, já que muitas pessoas têm a rotina muito corrida e não conseguem dar atenção suficiente aos pets.

Além disso, há quem busque por cuidadores de gatos para poder viajar e deixar o bichano em casa sem se preocupar. Afinal, por mais independentes que os felinos sejam, é necessário colocar comida e água e dar atenção a eles diariamente.

Aluguel de quarto ou casa

Você tem um quarto que vive vazio em casa? Ou uma casa pouco frequentada na praia ou no interior? Uma boa forma de fazer uma renda extra é alugar esses espaços por um curto espaço de tempo, para pessoas que estão viajando a trabalho ou a passeio. Basta criar uma página ou anúncio em plataformas como Airbnb, Trivago, Booking ou VRBRO, entre outros. Assim, o local  ocioso pode se tornar uma boa fonte de renda extra. Além de fazer dinheiro, essa pode ser uma ótima oportunidade para conhecer gente nova.

Guia turístico

Se você mora em uma região turística, pode usar o fluxo de visitantes a seu favor oferecendo visitas guiadas a pontos importantes, como belezas naturais, monumentos ou locais históricos. Não há nada melhor do que conhecer uma cidade com alguém que mora nela! E, assim como no caso anterior, essa atividade também permite que você conheça pessoas de várias regiões do país e até do exterior.

Vender o que não usa mais

Sabe aquela blusinha que você usou pouquíssimas vezes? Ou o móvel que só está ocupando espaço na sala? Uma boa fonte de renda extra é vender coisas que você não usa mais! Tudo o que ainda está em bom estado pode ser muito útil para outra pessoa. Além disso, praticar o desapego é bom tanto para o bolso quanto para o planeta, porque diminui o uso de recursos naturais e gera menos lixo.

Em busca de mais inspirações para fazer um dinheiro extra?

Não faltam ideias quando o assunto é buscar por uma forma de renda extra. Ainda está em busca do que poderia oferecer ao mercado? Confira a nossa lista com 14 maneiras de fazer uma renda extra! Além disso, o episódio 2 da TV Meu Bolso em Dia também apresenta algumas possibilidades. Confira!

Como aproveitar as datas especiais para ganhar dinheiro

Em datas especiais, como Natal ou Páscoa, todos nós acabamos comprando uma coisinha ou outra a mais para comemorar com nossa família e amigos! Assim, que tal usar essa alta no consumo a seu favor e faturar um dinheiro extra? Veja a seguir algumas dicas!

Natal: renda com brindes, presentes e refeições

O Natal é, tradicionalmente, a data que mais estimula o consumo de bens e serviços. Sendo assim, fique de olho na demanda! Você pode conseguir uma vaga temporária de trabalho em shoppings e lojas para vender roupas, itens de papelaria, eletrônicos, entre outros. Ou, então, procurar por uma colocação para auxiliar em áreas como alimentação e eventos. 

Além disso, considere oferecer produtos e serviços por conta própria, como brindes para empresas, artesanatos que possam ser comprados para dar de presente ou refeições prontas para a ceia de Natal. Há diversas possibilidades! Veja mais dicas para essa data no artigo em que nós contamos como aproveitar o final do ano para ganhar dinheiro.

Dias das Mães ou Dia dos Pais

Datas como Dia das Mães ou Dia dos Pais também costumam movimentar o consumo. Aqui, a dica é parecida com as possibilidades do final do ano: procure por vagas temporárias ou faça você mesmo algo para vender, como lembrancinhas ou quitutes. Assim, você consegue fazer uma graninha extra e ainda contribui para tornar as comemorações familiares ainda mais gostosas!

Páscoa: doces, salgados e pelúcias

Na Páscoa, foco na comida. Nessa época do ano, estão em alta doces à base de chocolate, como ovos, bolos e bombons, e refeições para o almoço de Páscoa, especialmente pratos com bacalhau e outros peixes. Assim, se você tiver habilidades culinárias, use isso a seu favor! E leia o nosso artigo com dicas específicas para fazer uma renda extra nesta data.

Outra oportunidade bacana: muitas crianças não podem consumir doces ou lácteos e as famílias costumam presenteá-las com bichos de pelúcia. Se você maneja bem a máquina de costuma, busque tutoriais no YouTube que ensinam a fazer coelhos de pano, ovos de crochê para esconder e outras tantas belezuras que alegram a criançada.

Carnaval

Você é cheio de criatividade e tem habilidades com tecidos, linhas e agulhas? Invista em fantasias e acessórios para o Carnaval! E, aí, vale tudo: saias esvoaçantes, adereços de cabeça, roupas temáticas de personagens, pochetes para levar o dinheiro e curtir um bloquinho sem preocupação... A única regra é ser divertido e muito, muito colorido! Há um mundo de tutoriais que ensinam a fazer. Faça uma busca na internet.

Como planejar financeiramente sua fonte de renda extra

Uma vez que você tiver escolhido a área em que vai buscar a sua renda extra, é importante fazer um planejamento para organizar cada etapa do que irá fabricar ou vender. Afinal, para construir uma fonte de renda sólida e lucrativa, é recomendável dar um passo de cada vez. Assim, você consegue ir sentindo o terreno e pode fazer ajustes de rota caso sinta que alguma coisa não está funcionando.

Primeiro, vá testando aquilo que você vai oferecer ao mercado. Por exemplo, se for trabalhar com produtos, como comida, faça apenas algumas unidades. Ou, no caso de serviços, pegue poucos clientes no início. Deu certo? Aí sim você pode ir aumentando aos poucos. E, para isso, estabeleça alguns objetivos que devem ser alcançados em um período específico – por exemplo, confeccionar 10 camisetas bordadas em um mês. Dessa forma, você não se perde e evita ter desperdícios, como fazer mais itens do que consegue vender.

Aprenda a calcular o custo do produto ou serviço para ter lucro

Depois de montar o seu cronograma de trabalho e começar a colocá-lo em prática, vem mais um desafio: como calcular o preço que você vai cobrar pelo seu produto ou serviço, de forma que seja justo e possa também dar lucro. Afinal, um preço muito alto pode afastar a clientela, mas um valor muito baixo não vai fazer todo o esforço valer a pena para você. Confira a seguir algumas dicas para encontrar um bom equilíbrio nesse cenário.

Calcule os custos fixos e variáveis

Existe um gasto que faz parte do produto e serviço que será ofertado e que precisa ser levado em conta na hora de pensar no preço que você vai cobrar. O principal é calcular o valor do material: por exemplo, se você pretende fazer um bolo para vender, é necessário anotar o preço de todos os ingredientes que for usar. Ou, se for trabalhar com corte e costura, deve incluir no valor final o preço dos tecidos, das linhas e das agulhas. 

Leve em conta também os gastos com a estrutura que você vai precisar para trabalhar, como aluguel, água, gás, energia, Internet, etc. Mesmo que você faça tudo em casa e não precise alugar um espaço para isso, lembre-se que há alguns custos indiretos que podem estar envolvidos na confecção do produto, como gás de cozinha.

Inclua a sua margem de lucro

Em seguida, é a hora de pensar no valor que você vai ganhar com o produto ou serviço que vai oferecer! Afinal, o preço dos custos cobre apenas os gastos que você precisa ter para trabalhar. Para calcular a sua margem de lucro, leve em conta, em primeiro lugar, o valor da sua hora de trabalho: pense em quanto tempo foi gasto para confeccionar algo e o nível de especialização envolvido naquilo, como cursos que você fez anteriormente. 

Além disso, pesquise os preços médios praticados na sua região por pessoas que vendem produtos ou serviços similares aos que você pretende oferecer. Assim, você consegue ter uma ideia de quanto a vizinhança tem cobrado por cada coisa, fazendo com que você se mantenha competitivo diante da concorrência.

Divulgação é tudo!

Já diz o ditado: “quem tem boca vai a Roma”. Assim, use a comunicação a seu favor! Peça para amigos e familiares contarem para os conhecidos que você está oferecendo produtos ou serviços, ajudando a promover aquilo que você quer vender. E, para conseguir ainda mais clientes, divulgue seu trabalho em espaços digitais como sites e redes sociais. Plataformas como o Instagram são fáceis de usar, gratuitas e podem ajudar a chegar a um público muito maior. 

Aproveite, também, as plataformas de e-commerce. Muitas delas oferecem a possibilidade de criar lojas online para você vender seus produtos, facilitando os processos de cobrança e de entrega dos produtos aos clientes.

Renda extra: ganhe dinheiro fazendo o que você gosta: mulher costurando

Formalize-se!

É muito importante formalizar o seu negócio, por mais que seja algo pequeno. Com um CNPJ, você consegue não só emitir nota para produtos e serviços, o que costuma ser uma exigência dos clientes, como também tem acesso a benefícios sociais como aposentadoria e auxílio-doença. 

A forma mais simples de conseguir um CNPJ é se tornar um MEI - Microempreendedor Individual MEI. Você paga um valor fixo por mês - R$ 60,60 em 2022, que já inclui os impostos e a contribuição para o INSS. Confira mais informações no site oficial do Governo Federal para empreendedores

#EXTRAS

Quer saber mais sobre as possibilidades de renda extra e como se organizar para ter o melhor rendimento? Confira o nosso Guia da Renda Extra! Nesse e-book gratuito, você encontra diversas orientações e dicas práticas de como fazer um dinheiro a mais e, assim, quitar dívidas, montar a sua reserva financeira de emergência ou realizar sonhos. Leia e compartilhe!

Renda extra: ganhe dinheiro fazendo o que você gosta: capa do ebook sobre renda extra

Qual é o objetivo do Meu Bolso em Dia na sua saúde financeira?

  1. Te auxiliar a sair das dívidas
  2. Ajudar você a se organizar melhor financeiramente
  3. Mostrar as táticas e opções disponíveis para você poupar e investir

Sair das dívidas não é fácil, mas você pode começar por aqui...

Você já conhece a Plataforma Meu Bolso em Dia? Nela, você aprende como se organizar financeiramente, sair das dívidas e juntar dinheiro para viver com mais tranquilidade, tudo gratuito. Confira!

DESTAQUES
ESSE ARTIGO FOI ÚTIL?
CONTEÚDO RELACIONADO
Organizar as finanças
5 min. leitura
Sair das dívidas
14 min. leitura