Como se dar bem na entrevista de emprego e na hora de pedir aumento de salário

Especialistas em RH dão dicas para ajudar você a alavancar a carreira profissional

Como se dar bem na entrevista de emprego e na hora de pedir aumento de salário: Jovem participa de entrevista de emprego
20 de janeiro de 2022 5 min. leitura

Nos últimos dois anos, a situação econômica do país não tem sido das mais fáceis. Com a pandemia, diversas empresas tiveram que demitir funcionários ou até mesmo fechar suas portas. Contudo, mais recentemente, com a retomada dos negócios, a perspectiva é que as coisas comecem a melhorar e as vagas de emprego voltem a crescer, ainda que lentamente.

Neste cenário, é possível que você esteja buscando uma nova colocação no mercado ou deseje crescer na empresa em que está. Para auxiliar você nesse no processo, conversamos com duas especialistas em Recursos Humanos e, organizamos, a seguir, algumas dicas sobre como se dar bem em uma entrevista de emprego ou na hora de pedir um aumento de salário ou um cargo mais condizente com o que você faz.

Como se preparar para a entrevista de emprego

A entrevista com o empregador é o momento mais importante para quem busca uma nova colocação profissional. Afinal, é ali que o candidato poderá se apresentar, falando sobre suas experiências e habilidades. A preparação para esta conversa, porém, começa bem antes: na elaboração do currículo.

Capriche no currículo

Edna Oliveira, executiva de Recursos Humanos, afirma que avaliar bem o próprio currículo é o primeiro passo para chamar a atenção de quem irá conduzir o processo de seleção. O currículo representa o candidato em qualquer meio de aplicação à vaga, seja no LinkedIn, no site da empresa ou em plataformas de seleção. Portanto, é importante ler e reler antes de enviar, cuidar do português e conferir a coerência das informações. E, principalmente, analisar se o que está ali, de fato, te representa. 

A especialista lembra que é preciso escrever com atenção, pois cada palavra conta: a conjugação dos verbos, os plurais, a história que está sendo narrada. Afinal, é comum que as empresas recebam muitas inscrições, e o cuidado com o material que será entregue já funciona como um primeiro filtro: quanto mais atenção na hora de elaborar o currículo ou de responder às perguntas (em caso de inscrições via sites), maiores as chances de ser chamado para uma próxima etapa.

Olga Saibel, gestora de Recursos Humanos e assistente social com MBA em Gestão de Pessoas pela FGV, também ressalta esse ponto. "Um currículo bem elaborado é essencial", afirma. Assim, é importante apresentar um formato de fácil leitura, com seus contatos atualizados, além de sua formação, e manter a objetividade e coerência entre as atividades desempenhadas e cargos ocupados.

Lembre-se: tudo que está no currículo poderá gerar perguntas durante a entrevista, então prepare-se para falar sobre como executava suas atividades e quais foram os principais resultados alcançados nas tarefas ou projetos que realizou.

Estude a empresa e a vaga à qual está aplicando

Olga considera que outro aspecto relevante para se sair bem é pesquisar a empresa em que deseja trabalhar. Afinal, hoje há muitas informações disponíveis na Internet, como sites e redes sociais, e conhecê-las poderá facilitar a comunicação com o recrutador e ser mais um diferencial na sua entrevista. Além disso, é importante analisar previamente como a vaga disponível se encaixaria com suas habilidades e experiências, destacando estes aspectos durante a conversa.

Boa apresentação

Independentemente de a entrevista ser feita online ou presencialmente, é sempre relevante prestar atenção na aparência, na forma como irá se apresentar para os recrutadores. Edna sugere o uso de uma roupa mais comportada, uma maquiagem mais leve e, no encontros ao vivo, não exagerar no perfume, o que pode gerar um incômodo para o entrevistador. Mesmo em conversas online é preciso dar atenção ao modo de se vestir, em acordo com o que pede um ambiente profissional.

Nas entrevistas online, Edna lembra que é essencial preparar o ambiente, deixando-o bem organizado. Dê preferência a um lugar silencioso, porque o som de pessoas falando ao fundo pode confundir ou desviar a atenção do entrevistador. Pode ser bom, ainda, virar a tela do computador para uma parede, preferencialmente lisa. Quanto menos estímulos sonoros e visuais, melhor.

Além disso, Olga destaca a importância da pontualidade na entrevista, pois chegar no horário é o primeiro aspecto avaliado como um comportamento de quem demonstra interesse e comprometimento com a oportunidade de trabalho. Se a entrevista for presencial, procure saber com antecedência a localização da empresa, para não se perder.

Como se dar bem na entrevista de emprego e na hora de pedir aumento de salário: mulher aprovada em entrevista de emprego

Destaque aprendizados durante sua trajetória

Durante a entrevista, Edna defende que, quanto mais leve e recheada for a conversa, melhor. Ela conta que, muitas vezes, o que encanta o entrevistador não é o que está sendo contado, mas a forma como está sendo contado – de uma maneira leve, tranquila. Assim, mesmo que durante a sua trajetória você tenha passado por algumas dificuldades ou situações que não foram tão boas, convém destacar o que aprendeu com aquilo. Isso mostra o quanto você está comprometido com seu aprendizado e, também, sua visão construtiva ao avaliar uma situação, seja ela boa ou ruim.

Mesmo que você esteja em início de carreira e não tenha muitas experiências anteriores para apresentar, pode ser interessante falar sobre as vivências que teve, por exemplo, em uma viagem que fez, em um projeto social de que participou, entre outros. Edna afirma que já  contratou pessoas que tinham uma maneira de falar, de valorizar seus recursos, que superaram pessoas mais experientes mas com dificuldades de relatar o que fizeram.

Estratégias para pedir aumento de salário ou de cargo

Se você já está empregado, é natural desejar crescer na carreira. Negociar um cargo que favoreça esse crescimento ou um aumento de salário pode parecer complicado, mas, com uma boa estratégia, você pode atingir seus objetivos. Veja as dicas.

Avalie o cenário e prepare-se para o sim e para o não

Olga afirma que quem já está empregado e quer negociar uma promoção por mérito ou reajuste salarial no mesmo cargo precisa estar preparado tanto para receber um sim como um “não é o momento”.

Para isso, a dica é avaliar a situação atual da empresa e os seus resultados no trabalho. Identifique se a empresa está em um momento de crescimento e faturamento, situações em que é mais oportuno negociar com o gestor. Ou, ainda, se o que você está entregando é um diferencial para a companhia, sendo perceptível para o seu chefe e colegas e que merece ser reconhecido.

Tenha uma conversa com seu chefe, mas mostre também no dia a dia as suas intenções

É sempre bom colocar as cartas na mesa com a sua chefia e dizer quais são as suas intenções na empresa, especialmente quando você busca uma evolução na carreira. Afinal, como Edna faz questão de pontuar, o chefe não adivinha, não tem bola de cristal, sobretudo nos casos em que há muita gente na equipe.

O gestor pode auxiliar no seu desenvolvimento, mas, no fundo, a responsabilidade por sua carreira é sua. Portanto, deixe claro se busca um aumento ou se quer ter um cargo melhor no futuro e combine o precisará fazer para alcançar seu objetivo. Qual projeto poderá tocar, onde precisa estar inserido, ou seja, como se estruturar para chegar onde deseja em curto ou médio prazo.

A especialista frisa, porém, que é preciso mostrar no dia a dia que está empenhado em crescer. De nada vale dizer o que quer e continuar na mesma. Edna lembra que há muitos casos em que a pessoa pede aumento ou cargo, mas não se empenha ou demonstra merecer a promoção.

Ou, pior, só reclama. Fala mal das pessoas, age com impertinência ou cria ambientes nocivos. Por isso, é importante estar presente, fazendo, acontecendo, chamando a atenção de forma positiva pelas entregas, pelos relacionamento que mantém, pelos alinhamentos, pelo apoio que demonstra. Assim, os gestores vão saber não só que você quer uma mudança, mas que está efetivamente correndo atrás de entregar um trabalho melhor. 

Use o planejamento da empresa a seu favor

Edna lembra que, se você trabalha em uma grande empresa, com programas específicos de metas a serem cumpridas, deve usar a estrutura a seu favor. Muitas vezes, os objetivos serão entregues sem conjunto, entre o chefe e o empregado, e esse é um momento muito propicio e bastante estratégico para combinar essas regras.

Ao estabelecer com seu gestor quais serão as entregas de um projeto, por exemplo, vocês podem combinar que, ao final, você será avaliado para se tornar um coordenador ou um gerente ou ter um aumento de salário.

Gostou das dicas? Compartilhe este artigo com você acha que pode ser beneficiado com as informações.

DESTAQUES
ESSE ARTIGO FOI ÚTIL?
CONTEÚDO RELACIONADO
Organizar as finanças
3 min. leitura
Organizar as finanças
6 min. leitura
Organizar as finanças
3 min. leitura
Organizar as finanças
8 min. leitura