Parceiros na vida e nos negócios: quando a vida pessoal e a profissional se encontram

Pretende abrir ou gerenciar um negócio a dois? Veja algumas dicas que irão ajudar você a encontrar equilíbrio entre o relacionamento e o negócio

9 de junho de 2021

Casais Que Empreendem Juntos

Conteúdo produzido pelo Sebrae-MG para o Meu Bolso em Dia

Frio na barriga, borboletas no estômago, as mãos chegam a suar... Esses são alguns daqueles sintomas que a maioria das pessoas sentem no primeiro encontro com alguém especial. Os casais começam a se conhecer melhor, identificam pontos em comum, lugares que sonham conhecer, hobbies, comidas e músicas favoritas.

Após algum tempo, percebem que existem afinidades muito fortes e, em muitos casos, uma delas é empreender. Então, decidem que abrir um negócio juntos será o próximo passo nessa jornada de parceria e cumplicidade.

Aquela ideia inicial se transforma em empolgação, noites em claro pensando em como fazer dar certo e uma dúvida se destaca: será que envolver negócios e relacionamento amoroso é uma boa ideia?

Para responder à pergunta, separamos algumas dicas que podem ajudar a encontrar um equilíbrio entre vida pessoal e profissional, para que a parceria nos negócios e no relacionamento seja ideal para as duas partes. As dicas valem para você que está pensando em abrir ou já possui um negócio!

Respeite a individualidade e o estilo do seu parceiro

Cada pessoa possui as suas particularidades. Isso inclui personalidade, prioridades, afinidades e preferências. É importante levar esse aspecto em consideração na hora de delimitar as tarefas de cada parceiro no negócio, para que estas sejam escolhidas de acordo com o estilo de cada um.

Pode acontecer de um ter um perfil majoritariamente gerencial e ser mais enfático no que diz respeito à precisão, disciplina, eficiência e atenção às normas. Enquanto o outro, com um jeito empreendedor, seja mais inovador, desafie as regras e procure novas e diferentes maneiras de resolver problemas. Isso mostra que o casal pode utilizar de diferentes características para complementar o trabalho em conjunto.

Delimite as tarefas

“O que é combinado não sai caro”. Você já deve ter ouvido essa expressão, não é mesmo? Pois é. Casais empreendedores devem dividir suas tarefas claramente e ter o momento certo para conversar – a boa comunicação entre as partes é essencial. E definir quem faz o que com antecedência e planejamento ajuda a delimitar o espaço de cada um.

Mas, lembre-se: é importante que as grandes decisões da empresa sejam tomadas em conjunto. Essa atitude evita que a responsabilidade por algum insucesso seja colocada em apenas uma das partes. Ambos precisam concordar com os rumos do negócio!

Sonhem em conjunto

Quando os objetivos do casal estão alinhados, a chance de a gestão do negócio ser coerente é muito maior. É fundamental que exista afinidade e que ambos gostem do mesmo ramo de atividade. Além disso o respeito, a cumplicidade e confiança mútuos são essenciais para a manutenção de um ambiente saudável, de diálogo e compreensão.

MBeD Imagem Namorados Que Sonham Juntos Casal Olhando Para Cima Ter Uma Ideia

Relacionamento x Empresa

Quando a vida pessoal e a vida profissional se encontram é normal que tarefas e assuntos relacionados ao negócio invadam os momentos domésticos do casal.

Em entrevista ao jornal O Globo, a terapeuta Lelah Monteiro diz que, para não deixar a rotina dos problemas atingir o relacionamento, a orientação é separar a casa do trabalho, além de garantir que cada um tenha um tempo para si, longe do outro.

“Ao chegarem em casa, troquem de roupa, façam algo mais tranquilo como ver um filme, conversem sobre outras coisas. É o tempo do casal. É importante ter uma válvula de escape”, sugere Lelah. Aqui, podemos pensar em práticas como uma videoconferência com os amigos para dar risada, levar o cachorro para passear ou qualquer coisa que ajude a desconectar.

Sobre as discussões que podem acontecer, a terapeuta alerta sobre a importância de serem resolvidas na hora. “Senão, aquela resposta atravessada vai virando um problema maior até que interfere no trabalho e na convivência em casa. (...) problemas de trabalho se resolvem entre os dois. Nada de levar para amigos e família de ambos, porque isso só fará a desavença crescer. Por isso, avalie friamente se seu parceiro tem condição de ser empresário.”

E se a empresa funcionar em casa? Para esses casos, separar as vidas pessoal e profissional, também é possível. Pode demandar um pouco mais de disciplina, mas todas as dicas acima valem também para o negócio que tem o mesmo endereço da casa da família.

Planejem juntos

Antes de iniciar um negócio a dois, separe um tempo para construir o planejamento, identificando se o empreendimento é financeiramente viável ou não. Construa um plano de negócios, afinal ele é uma ferramenta que ajudará o casal a descrever a sua ideia de negócio, as metas e o caminho para alcançá-las.

Com um planejamento bem estruturado, o casal conhecerá a jornada do cliente, estabelecerá as personas, conhecerá o mercado, compreenderá as finanças e simulará resultados.

Não pense que fazer um plano de negócios é só pra quem ainda não tirou as ideias da gaveta. Para quem já possui um empreendimento há algum tempo, o plano de negócios é ideal para manter a organização do negócio em dia, para ajudar a crescer com segurança e entender ainda mais o mercado em que atua.

Em entrevista ao Sebrae, Gustavo Cerbasi ressalta que “fazer um bom plano de negócios vai nos dizer onde podemos colocar dinheiro e onde não devemos colocar o nosso capital. Normalmente é por falta de planejamento que as pessoas erram ao fazer as escolhas nas suas empresas.”

É importante que o planejamento seja feito em conjunto! Assim, cada um entenderá como agir tanto no negócio quanto na vida afetiva.

MBeD Imagem Casal Planejando Juntos Sentados No Sofá Sorrindo E Construindo Planilhas

E como fica a união das finanças pessoais com as da empresa?

Separar as despesas do negócio dos seus gastos particulares é essencial! Cerbasi cita que “quando se fala de separação das finanças, não é só separação do controle, mas como todo investimento que nós fazemos, é fundamental que tenhamos noção de que aquela empresa gera receitas, as receitas têm que pagar as suas contas e o lucro não é o resultado para o empreendedor. O lucro é um elemento que deve ser analisado para saber quanto desse valor vai ser separado para o crescimento da empresa e quanto desse lucro poderá ser retirado para o sustento da família.”

A parcela do capital da empresa que será destinada ao salário dos sócios, recebida como retorno pelo seu trabalho, é chamada de pró-labore. Antes de retirar qualquer valor da conta da empresa, tenha certeza de que ela terá condições de arcar com a quantia estipulada.

Cerbasi afirma ainda que, “normalmente, empresas que estão começando devem ter a maior parte do seu lucro reservada para o crescimento, para corrigir erros no começo da trajetória, para acertar aqueles equívocos naturais que nascem de uma empresa ainda pouco amadurecida.”

Para garantir uma boa organização financeira é importante que você tenha contas bancárias diferentes – uma para a sua empresa e outra para as suas movimentações pessoais. Pode parecer mais trabalhoso, mas é a melhor maneira de controlar os gastos, os lançamentos e os pagamentos.

Vale aqui mais uma dica, tanto para a sua vida pessoal quanto para o negócio: tenha sempre uma reserva financeira para a empresa e outra para as necessidades pessoais. Dessa forma, o casal estará preparado caso surja algum imprevisto e seja necessário agir de forma rápida e eficiente, sem correr o risco de misturar as contas. Vale reforçar: Empreendedor, suas contas merecem o dobro de atenção!

Concluindo...

Depois de todas essas dicas, é hora de tirar as suas ideias do papel e chamar o(a) companheiro(a) para empreenderem juntos! Para aqueles que já o fazem, brindem o sucesso e estejam sempre unidos nos momentos difíceis.

Os benefícios de ser um casal parceiro na vida e nos negócios é poder conhecer a pessoa com quem você divide as responsabilidades em um empreendimento, ter alguém de confiança ao lado nos momentos bons e nos difíceis e poder celebrar as conquistas com quem você ama!

Leia mais sobre:

Conteúdos Relacionados