Empreendedor ou empresário: qual é a diferença?

Utilize o empreendedorismo para transformar os ambientes em que você está

28 de junho de 2021

a diferença entre empresário e empreendedor respondido por Meu Bolso em Dia e SEBRAE-MG.

Conteúdo produzido pelo Sebrae-MG para o Meu Bolso em Dia

Uma prática comum no nosso dia a dia é utilizar os termos “empresário” e “empreendedor” como sinônimos. Muitos acreditam que ambos são termos utilizados para dar nome àquela pessoa que é proprietária de uma empresa. Mas, não é bem assim...

É importante entendermos que existe uma distinção entre os perfis do empreendedor e o que é um empresário. E, é muito bom quando um empresário é empreendedor e vice-versa!

Continue a leitura para entender melhor essa história.

As principais diferenças entre o empresário e o empreendedor

Podemos considerar que o empresário é quem escolheu abrir uma empresa. É importante que ele possua bons conhecimentos em gestão – finanças, marketing, planejamento, gestão de pessoas e vendas. O seu foco geralmente está voltado à conservação do bom funcionamento do negócio.

Diferente do empresário, o empreendedor é aquele que se utiliza de ideias inovadoras para promover mudanças em processos ou até mesmo na vida de um grupo de pessoas. O empreendedor não, necessariamente, precisa ser dono de uma empresa. Ele pode colocar suas ideias em prática e gerar transformação em qualquer ambiente no qual esteja inserido. Esse ambiente pode ser a empresa da qual é proprietário, no seu trabalho formal ou informal, ou em um projeto social.

Segundo Joseph Schumpeter, “o empreendedor é aquele que, por meio de novas combinações, realiza inovações no sistema econômico e nos processos.”

Em resumo, “ser empresário é uma profissão, enquanto ser empreendedor está muito mais ligado a uma postura, uma forma de ver o mundo”, relata Millor Machado, sócio-fundador da rede social Empreendemia, para a revista Exame.

Posso ser um empresário empreendedor?

Sim! E vice-versa. É possível ser um empresário empreendedor e também um empreendedor empresário.

Abrir uma empresa, na maioria das vezes, exige uma boa dose de empreendedorismo. Isto, porque sempre há incertezas em um negócio, sendo mais ou menos, de acordo com o planejamento, com o setor, com o cenário econômico e com uma série de outras variáveis que podem influenciar o sucesso de um empreendimento. E o perfil de quem está à frente do negócio é uma delas!

Um empresário que exerce de forma competente os seus atributos como gestor, mas sente que falta um lado inovador e de transformação pode, sim, ter uma postura mais empreendedora. Isto pode ser possível por meio do desenvolvimento das características do comportamento empreendedor.

Já o empreendedor que busca se aprofundar nos conceitos de gestão para colocar as suas ideias em prática, também pode fazê-lo. A ideia é avaliar quais são os seus pontos fortes e potencializá-los, bem como identificar quais são os que precisam ser desenvolvidos e trabalhá-los.

O que significa empreender

Segundo definição do Sebrae, empreendedorismo “é a capacidade de identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo positivo para a sociedade”. Empreender pode estar associado a abrir uma empresa, desenvolver um projeto inovador onde você trabalha, traçar uma estratégia para resolver uma demanda social de um grupo de pessoas da sua cidade, dentre muitos outros. O leque de oportunidades é imenso e basta vontade, ímpeto empreendedor e um bom planejamento (incluindo o plano financeiro, é claro!)!

os conceitos entre ser empreendedor e ser empresário

E quais são as características do comportamento de um empreendedor?

A nossa conversa será baseada na abordagem do psicólogo e professor americano David McClelland. Segundo estudo realizado pela ONU, em parceria com McClelland, são 10 as características essenciais do comportamento empreendedor:

1.      Busca de oportunidades e iniciativa

2.      Persistência

3.      Correr riscos calculados

4.      Exigência de qualidade e eficiência

5.      Comprometimento

6.      Busca de Informações

7.      Estabelecimento de metas

8.      Planejamento e monitoramento sistemáticos

9.      Persuasão e rede de contatos

10.  Independência e autoconfiança

Como essas características do comportamento empreendedor foram mapeadas?

Na década de 1980, a ONU (Organização da Nações Unidas) realizou um estudo, junto ao psicólogo e professor David McClelland, cujo objetivo era mapear comportamentos comuns entre empresários de sucesso residentes em diferentes países. O que se buscava descobrir eram quais características comportamentais eram comuns aos participantes do estudo. Chegou-se, assim, às dez principais citadas anteriormente.

Resultado do estudo da ONU em parceria com McClelland

McClelland já realizava estudos, desde a década de 1960, sobre os motivos pelos quais alguns empresários dos EUA atingiam sucesso em suas empreitadas e chegou a mapear alguns comportamentos comuns dos empreendedores de sucesso. Com base neles, realizou um seminário cujo objetivo era que os participantes entendessem como deveriam agir para desenvolver os citados comportamentos empreendedores.

A pesquisa foi refeita em 1980, quando se deu a parceria entre a ONU e o psicólogo e, naquele momento, aplicada não somente nos EUA, mas também em três diferentes continentes, totalizando 34 países. Os resultados do estudo apontaram as mesmas características dos empreendedores de sucesso que já haviam sido mapeadas anteriormente por McClelland.

Com a conclusão da pesquisa e os comportamentos mapeados, o antigo seminário, criado a partir do primeiro estudo, foi reformatado para uma versão mais enxuta. Com carga horária menor, deu-se início à sua aplicação nos 34 países que foram alvo da pesquisa.

No Brasil, esse seminário, conhecido como Empretec, começou a ser aplicado na década de 1990 e, desde 1993, o Sebrae é a única organização brasileira autorizada a ministrá-lo. Realizando com exclusividade o Empretec, o Sebrae o aplica em todas as 27 unidades federativas do Brasil, percebendo-se ganhos surpreendentes para aqueles que participam e vivenciam essa experiência.

Para saber mais sobre o Empretec e as características do comportamento empreendedor, assista o vídeo.

É possível desenvolver características empreendedoras ou já se nasce com elas?

Ser um empreendedor está associado aos comportamentos que uma pessoa exerce nos ambientes em que atua. O que muitos imaginam é que para ser empreendedor é preciso nascer com tal aptidão. E isso não é verdade!

As características do comportamento empreendedor podem ser desenvolvidas. Mas é preciso se empenhar! Segundo Millor Machado, “assim como vemos em atletas, artistas e diversos outros profissionais de alta performance, ninguém consegue chegar ao sucesso sem muito treino e dedicação. Mesmo que a pessoa tenha facilidade em algumas áreas, ela precisará investir horas e horas para aperfeiçoar uma série de características necessárias para dominar aquela área de conhecimento”.

Lembre-se: nem sempre o sucesso vem na primeira tentativa! Uma das características do comportamento empreendedor é a persistência. Não deu certo? Tente novamente, mude a tática ou trace uma nova rota. O erro pode acontecer, mas é importante estar aberto a aprender com ele.

as principais habilidades de um empreendedor e as principais diferenças de um empresário

Quer saber mais sobre os 10 comportamentos empreendedores?

A partir do mês de julho cada uma das dez características do comportamento empreendedor será tratada de forma mais detalhada em uma série de artigos que você poderá acompanhar aqui, no site Meu Bolso em Dia. Todo mês uma nova característica será abordada e, com ela, a proposta de desenvolver ou potencializar o lado empreendedor que existe em você!

Leia mais sobre:

Conteúdos Relacionados