12 passeios gratuitos e de baixo custo para celebrar o primeiro Dia das Mães pós-pandemia

Cuide de quem mais cuida da família organizando um programa bem gostoso e original para celebrar o Dia das Mães ao ar livre!

5 de maio de 2022 6 min. leitura

Mamães de todas as idades viveram a pandemia de maneiras diferentes. Algumas enfrentaram desafios enormes para coordenar home office, filhos em casa e o cuidado com a família. Outras precisaram se afastar de todos, inclusive de filhos e netos, para se proteger. E muitas vivenciaram perdas e momentos bastante sofridos. Não foi um período fácil, em que nossa capacidade, energia e saúde mental foram testadas o tempo todo.

Agora, passados dois anos, a vida começa a voltar aos eixos. Nesse cenário, o lazer e a descontração ganham ainda mais importância. Por isso, trazemos algumas ideias diferentes (e outras mais comuns) de passeios gratuitos para reunir a família e celebrar. Fora de casa! Neste primeiro Dia das Mães pós-pandemia, a proposta é passear. Aproveite!

1. Descobrir um canto não conhecido da cidade

Sua mãe conhece todos os recantos da cidade em que mora? Provavelmente, não. Mesmo em cidades pequenas, pode ter um bairro ao qual ela foi poucas vezes, uma atração a poucos quilômetros de casa ou, ainda, uma praça ou mirante que ela visitou muito tempo atrás e passou por muitas mudanças. A dica é levar sua mãe para explorar esses cantos pouco conhecidos ou que ela quase não frequenta!

Você pode fazer uma pesquisa rápida na Internet para ver as opções de lugares para comer e passear na região. Se o local permitir, um picnic pode ser uma ótima ideia. Mesmo que você e sua família resolvam comemorar no restaurante de sempre, que sua mãe adora, considere fazer um caminho diferente, com paradas para contemplar mudanças no entorno. Assim, a ida até um local conhecido também serve de passeio, permitindo observar ruas da cidade que não são tão familiares assim.

2. Família reunida na praia

O Brasil tem quase 11 mil quilômetros de costa e, se você não mora em uma cidade litorânea, muito provavelmente tem uma que não fica muito distante. Que tal aproveitar essa proximidade para reunir a família na praia para comemorar o Dia das Mães? Vocês podem marcar de se encontrar cedinho e passar o dia à beira-mar, fazendo jogos de areia e brincadeiras na água.

Se houver crianças na família, melhor ainda! Elas adoram competições de corrida, jogos com raquetes, cavar poças para piscinas ou construir castelinhos. Sem esquecer do filtro solar, frutas, um lanche e bebidas refrescantes em um isopor com gelo. Não quer carregar nada? As praias brasileiras oferecem inúmeras opções de alimentação para todos os bolsos.

Mora no litoral, mas em maio já costuma fazer frio na sua cidade? Considere fazer um luau na praia antes do final do dia! Assim, mesmo com o tempo um pouco mais fresquinho, ainda é possível aproveitar a areia e se divertir. Combine com a família como será a organização dos comes e bebes, lembrando de levar cangas para a turma toda e uma cadeira bem confortável para a mamãe sentar. Se alguém souber tocar um instrumento, será muito bem-vindo! 

3. Final de semana em lugar verde

Que tal um passeio de fim de semana em algum lugar perto da natureza, com muito verde e sons de pássaros? Se a família for grande, vocês podem até alugar um espaço maior, com piscina, churrasqueira e outros mimos. Dividindo os custos, não fica caro para ninguém. E, mesmo que você more em uma capital, há diversas opções de imóveis próximos, para que a viagem não seja cansativa para as mamães da família.

Com uma busca rápida em plataformas como AirBnB, TripAdvisor e VRBO e outras, é possível ver os imóveis disponíveis em uma região próxima e comparar preços. Além de compartilhar o aluguel, vocês também podem repartir os demais custos da viagem, como gasolina, alimentos e as tarefas de manutenção do espaço, especialmente cozinha e limpeza. De nada vale a família inteira se divertir e uma pessoa não conseguir relaxar por estar resolvendo tudo, né?

4. Preparar refeições juntos, com cada um mostrando suas habilidades culinárias

No Dia das Mães, nem pensar em deixar a mamãe ir para o fogão! Aliás, certifique-se de que ela nem precise chegar perto da cozinha para preparar os alimentos ou lavar a louça. Se você tem irmãos ou outros parentes que costumam se encontrar nesta data, combinem de fazer as refeições juntos ou de cada um levar um prato, para que todos possam mostrar as suas habilidades culinárias.

Está em dúvida do que cozinhar? Com uma pesquisa rápida na Internet, você encontra várias receitas gostosas e diferentes – algumas trazem, inclusive, vídeos com o passo a passo do preparo. Caso o cardápio seja dividido com outras pessoas da família, certifique-se de que não haverá pratos repetidos, para que o banquete tenha bastante diversidade. E, claro, dê preferência aos pratos que você sabe que a sua mãe gosta! 

5. Piquenique no parque

Outra atividade muito gostosa que pode ser feita em parques e áreas verdes, principalmente em dias de clima bom, é um piquenique. Combine com a família de cada um ficar responsável por levar um um item, como sanduíches, frutas, sucos, talheres, guardanapos, copos, etc. Sem esquecer a toalha ou canga para estender na grama e colocar os quitutes por cima.

Leve também corda, bola e outros acessórios para animar o passeio. Muitos parques possuem áreas cobertas de piquenique, algumas inclusive com  churrasqueiras, mesas e bancos. Em alguns deles, é preciso fazer uma reserva antecipada. Vale pesquisar essa opção antes de programar o passeio.

 12 passeios gratuitos para celebrar o primeiro Dia das Mães pós-pandemia: família fazendo piquenique

6. Visitas a museus e centros culturais

Em todo o país, há museus e centros culturais que não cobram a entrada, como o Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, o Museu de Arte Moderna da Bahia, em Salvador, a Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre ou, na capital paulista, a Caixa Cultural, o Instituto Moreira Salles ou o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, entre outros.

Além dos espaços que oferecem gratuidade permanente, boa parte dos museus oferece entrada gratuita em determinados dias da semana, como é o caso das terças-feiras no Paço do Frevo, em Recife (PE) ou no MASP (Museu de Arte de São Paulo). Outras ótimas opções são os museus a céu aberto e as mostras feitas frequentemente em locais públicos em muitas cidades brasileiras.

Para encontrar locais e eventos em cartaz na sua região, faça uma busca rápida na Internet. Alguns sites, como o Catraca Livre, divulgam atividades de baixo custo realizadas em várias cidades. 

7. Aproveitar um centro de lazer do SESC

Com unidades em todo o país, o Serviço Social do Comércio (SESC) desenvolve atividades em áreas como esporte, recreação e turismo social. Há possibilidade de diversão para todos os gostos e faixas etárias!

A dica é conferir a programação do Dia das Mães da unidade mais próxima de vocês no site oficial do SESC. E, mesmo que não tenha nada específico na agenda, muitas unidades são verdadeiros clubes, com área verde, espaços de convivência para a família e estrutura completa para o lazer. Vale o passeio!

8. Desafio fotográfico no jardim botânico da cidade

Na sua cidade tem um jardim botânico? Esse pode ser um ótimo cenário para um desafio fotográfico no Dia das Mães! E fazer isso pode ser bem simples e divertido: cada um leva o próprio celular, faz várias fotos com ângulos e posições diferentes, monta um álbum e compartilha com a família. 

É possível até fazer uma competição, para ver quem tira as fotos mais criativas ou engraçadas! De quebra, vocês ainda aproveitam o dia no verde, com direito a um ar mais puro e a companhia de plantas e bichos. Muitos parques e jardins botânicos também contam com atividades especiais para o fim de semana. Confira a programação na sua cidade!

Não tem um jardim botânico por perto? Vale propor o mesmo desafio em qualquer outra área verde da vizinhança!

9. Bate-e-volta de trem para um local próximo

Menos de 3% das cidades brasileiras possuem malhas ferroviárias. Se você tem sorte de viver em uma delas, que tal convidar a mamãe para um bate-e-volta em algum local próximo? Escolha um trecho relativamente curto, em que a ida e a volta podem ser feitas no mesmo dia, de um jeito tranquilo. Em São Paulo, por exemplo, a viagem a Paranapiacaba demora cerca de 1h30 e, até Jundiaí, pouco mais de duas horas. 

Há, ainda, linhas comercialmente desativadas, que funcionam apenas para passeios históricos. O trecho entre Curitiba e Morretes é um deles. O trem atravessa a Serra do Mar paranaense e, da janela, é possível contemplar um dos trechos de Mata Atlântica mais preservados e lindos do Brasil.

Outro estado que também conta com várias opções de passeio de trem é Minas Gerais. Há trechos curtos, como de Tiradentes a São João del Rei ou de Ouro Preto a Mariana. Mais longa, há a viagem entre Belo Horizonte e Vitória, capital do Espírito Santo. No caminho, a estrada de ferro passa por diversas cidades.

10. Caminhada em trilha perto da cidade

Sua mãe é daquelas que adora a natureza? Pesquise por caminhada em uma trilhas perto da cidade em que vocês moram. Você pode se surpreender com a quantidade de opções disponíveis. Em alguns casos, vocês não precisam nem sair da cidade para caminhar em meio ao verde. Em São Paulo, por exemplo, há a Trilha da Figueira no Parque Estadual da Cantareira e, no Rio de Janeiro, a Trilha da Pedra Bonita no Parque Nacional da Floresta da Tijuca.

11. Aula de modelagem em família

Se a sua mãe vive fazendo artesanato e outros trabalhos manuais, ela certamente irá gostar de participar de uma aula de modelagem em argila ou cerâmica. Muitos artesãos oferecem este tipo de programa em dias específicos ou marcados com certa antecedência. Feita em família, essa atividade fica ainda mais gostosa! Vale fazer uma busca em sua cidade.

Não conseguiu descobrir algo do gênero perto de onde vocês moram? Não é problema! Que tal experimentar fazer vocês mesmos? É possível encontrar alguns bons tutoriais para fazer modelagem no YouTube. Assista antes, providencie os materiais e reveja junto com a sua mãe na hora de fazer. E se ficar o resultado final não ficar perfeito, não tem o menor problema - o importante é se divertir!

12. Passeio de bicicleta

Aí está um passeio que une diversão, saúde e bem-estar. E você, a sua mãe e quem mais se juntar ao passeio nem precisam ter bicicletas em casa. Locais com grande circulação de ciclistas, como parques, costumam ter pontos para aluguel de bikes, com um valor pago por período utilizado (como por hora ou por dia). 


Alguns exemplos, como Bike Itaú e Tem Bici, estão disponíveis em várias capitais brasileiras. Descubra as empresas e programa que atendem o seu município e aproveite! Em regiões litorâneas, é muito comum ter um espaço para bikes no calçadão à beira mar. Além disso, muitos parques contam com boas pistas para andar de bicicleta de forma segura.

DESTAQUES
ESSE ARTIGO FOI ÚTIL?
CONTEÚDO RELACIONADO
Poupar e Investir
5 min. leitura
Organizar as finanças
9 min. leitura