Uma Iniciativa Febraban

O PAPEL DOS BANCOS

A IMPORTÂNCIA DO BANCO NA ECONOMIA E NA SOCIEDADE

COMO OS BANCOS FUNCIONAM

O PAPEL DO GERENTE DE CONTA E COMO ELE PODE AJUDAR SUA VIDA FINANCEIRA

CURIOSIDADES

Como os bancos funcionam

Tarifas

O valor da qualidade e da tranquilidade

Tarifas são taxas que o banco cobra para prestar um determinado serviço. Os bancos oferecem pacotes padronizados, com um determinado número de transações (quantidade de talões de cheques e de transferências, por exemplo) que podem ser feitas durante o mês. Confira aqui os tipos de pacotes disponíveis. Os serviços adicionais são cobrados à parte e seus valores são divulgados nos sites dos bancos e demais canais.

Quais serviços que podem ser cobrados?

O Banco Central regula os serviços essenciais que não podem ser cobrados. Eles incluem a emissão de cartão com função débito (na abertura de conta corrente ou poupança), segunda via de cartão ao final da validade, até quatro saques, duas transferências entre contas da instituição, 10 folhas de cheques, dois extratos dos últimos 30 dias, extrato anual, entre outros. Confira a lista completa de serviços gratuitos.

Como os bancos funcionam

Juros

A forma de remunerar o dinheiro emprestado

Há dois tipos de juros cobrados pelos bancos: os chamados juros de mora, quando há atraso no pagamento, e os juros que remuneram o dinheiro emprestado por meio das linhas de créditos e financiamentos. Os juros de mora são calculados de acordo com os dias de atraso e são divulgados no próprio boleto. Os juros dos empréstimos, aí incluídos o rotativo do cartão de crédito e o limite do cheque especial, são livres. Ou seja, cada banco pratica suas próprias taxas. Compare antes de contratar.

Como saber quanto vou pagar pelo crédito?

Além dos juros, os produtos de crédito têm outros custos envolvidos, como impostos, taxas e seguros que muitas vezes não são considerados na conta, mas podem fazer uma boa diferença no valor total do seu empréstimo. O melhor jeito de saber exatamente o quanto irá pagar é conhecer o Custo Efetivo Total, que corresponde a todos os encargos e despesas incidentes nas operações de crédito ou arrendamento mercantil. Saiba mais.

O papel do gerente de conta

Educador Financeiro

Qual o papel do seu gerente de conta?

Ter conta em banco não significa necessariamente estar preparado para fazer um planejamento financeiro, entender a lógica dos juros ou conhecer as consequências da inadimplência. No Brasil, muita gente abriu a sua primeira conta bancária ao longo da última década e, a cada dia, novos clientes chegam às agências. O gerente da conta é a pessoa mais indicada para explicar com clareza o bom uso dos produtos e serviços bancários e ajudar você em suas dificuldades e tomadas de decisão.

Conte com ele para tirar suas dúvidas

Os sites dos bancos disponibilizam informação sobre produtos e serviços. Essa é uma boa maneira de pesquisar, mas sempre procure o seu gerente quando as dúvidas surgirem. Ele é a pessoa certa para esclarecer os custos dos produtos e te ajudar a escolher a opção que melhor atenda às suas necessidades. Saber exatamente o que está contratando, por quanto tempo e o quanto irá pagar é o melhor jeito de tomar decisões conscientes.

Conte com ele para resolver problemas ou tomar decisões

Os Bancos estão cada vez mais agilizando seus processos, permitindo que a maior parte das operações sejam realizadas online ou pelo telefone. Mas algumas situações, como a contratação de crédito imobiliário, financiamento de veículo ou planejamento da aposentadoria, vão impactar a sua vida por um longo período. Por isso, devem ser muito bem pensadas. Nessas horas, conte sempre com o apoio e a parceria do seu gerente de conta.

O papel do gerente de conta

O Que Perguntar?

Qual é o custo efetivo total desse empréstimo?

Além da taxa de juros, procure conhecer e comparar os encargos, seguros e outras taxas embutidas no preço do empréstimo.

O que acontece se atrasar o pagamento?

Entenda as multas, juros, encargos e penalidades aplicadas no empréstimo ou financiamento antes de contratá-lo.

Quais são os riscos desse investimento?

Essa questão é crucial, pois rentabilidade e risco andam juntos. Quanto maior o risco, maior a probabilidade de rendimento, mas é preciso cautela antes de aplicar seu dinheiro em investimentos que tragam riscos para seu patrimônio.

Veja aqui outras perguntas para fazer ao seu gerente.

Curiosidades

De Onde Vem o Dinheiro?

Sal, salário e a moeda

Foi no Oriente Médio, cerca de 4 mil anos antes de Cristo, que os homens começaram a atribuir valor aos itens que eram trocados. Com o passar do tempo, as próprias mercadorias (trigo, sal, gado...) passaram a ser utilizadas como medida nas trocas comerciais. Durante o Império Romano, o sal foi muito utilizado como padrão de valoração e foi daí que surgiu a palavra “salário”. Posteriormente, as moedas passaram a intermediar essas trocas. A moeda como conhecemos hoje surgiu no século VII A.C. Saiba Mais.

Curiosidades

Como Surgiram os Bancos

Locais seguros, como os templos

Antes mesmo do surgimento da moeda, quando as pessoas ainda praticavam o escambo, já havia lugares que funcionavam como bancos. Eram lugares mais seguros, como os templos, onde as pessoas podiam guardar seus bens sem o risco de serem roubados. Ao longo da Idade Média, com o surgimento da moeda e a intensificação do comércio, começaram a aparecer os cambistas (pessoas que trocavam moedas) e os prestamistas (pessoas que emprestavam dinheiro). Saiba mais.

O nascimento do CDB

Na Idade Média, os ourives, homens de confiança que trabalhavam o ouro e outros metais preciosos, passaram a guardar em seus depósitos as riquezas de alguns clientes e as emprestavam a outros, cobrando por esses serviços. Como garantia, eles entregavam certificados de depósitos, que lembram os atuais CDBs (Certificados de Depósito Bancário). Por serem mais cômodos e seguros, as pessoas passaram a usar esses recibos no lugar dos metais. Assim, surgiram o papel-moeda e os primeiros banqueiros. Saiba mais.

O surgimento dos Bancos no Brasil

O primeiro banco nacional foi criado em 1808, pelo então príncipe-regente de Portugal, D. João. Quando ele desembarcou no Brasil junto com a Coroa Portuguesa, já havia a necessidade de organizar o sistema monetário com a criação de um banco que fizesse o papel de banco central e banco comercial. O Banco do Brasil emitia as notas bancárias que circulavam no país e era responsável pela venda dos produtos que a Coroa Portuguesa monopolizava, como os diamantes e o pau-brasil. Saiba mais.

Infográfico

A importância do banco
na economia e na sociedade

Como você pode ver, além de oferecer mais segurança às trocas financeiras, os Bancos cumprem um papel essencial para o crescimento econômico do país.
Veja como funciona o sistema financeiro nacional. Aprenda mais sobre economia e finanças e se divirta

AGÊNCIAS BANCÁRIAS

O FUNCIONAMENTO DE UMA AGÊNCIA


CAIXAS ELETRÔNICOS E BANCO 24 HORAS

CORRESPONDENTES

O funcionamento de uma agência

Caixas

A forma mais tradicional de fazer suas transações

Muitas pessoas ainda preferem realizar presencialmente suas transações bancárias. Nos caixas das agências, você pode efetuar recebimentos e pagamentos, depósitos, transferências, cadastramento e troca de senhas. Use a ferramenta BuscaBanco para procurar a agência mais próxima de você.

O que não pode ser feito no caixa da agência

Em algumas situações, os caixas são impedidos de realizar a transação, podendo orientar você a procurar outro banco. São elas:

  • Pagar boletos de cobrança vencidos emitidos por outro banco.
  • Pagar boletos de cobrança emitidos por outro banco usando cheque também de outro banco.
  • Pagar documentos de arrecadação de instituição não conveniada ao banco.
  • Pagar documentos de arrecadação de instituição conveniada apenas para outros meios, como correspondentes e autoatendimento.

Como pagar boletos após o vencimento

Contas de água, luz e telefone e faturas de cartão de crédito, em geral, podem ser pagos pela internet e caixas eletrônicos mesmo após o vencimento, já que a cobrança de juros e multas é feita automaticamente no mês seguinte. Para os demais boletos, é preciso calcular os encargos e emitir uma segunda via antes de efetuar o pagamento. Para isso, confira as orientações no próprio boleto, entre no site do banco que o emitiu e escolha a opção “2ª via de boleto”.

O funcionamento de uma agência

ATENDIMENTO

Tire suas dúvidas e busque informações

Os gerentes e atendentes do banco estão à disposição para fornecer informações e tirar dúvidas sobre produtos, serviços e cobrança de taxas. Eles também podem ajudar você a encontrar as alternativas mais adequadas na hora de contratar um crédito ou fazer um investimento, além de apoiá-lo em outras questões, como segurança. Saiba mais sobre o papel do gerente.

O funcionamento de uma agência

AUTOATENDIMENTO

Conveniência no espaço da agência

Dentro das agências, há terminais de autoatendimento nos quais você mesmo pode realizar suas operações, como saques, depósitos, consulta a extratos, transferências e pagamentos usando o código de barras do boleto ou fatura. Confira a lista completa dos serviços que podem ser feitos nesses terminais. Em muitos casos, eles funcionam em horário reduzido ou seguem o expediente bancário. Confira o horário antes de sair.

Se a agência possui autoatendimento sou obrigado a usar?

Não. Mesmo que ela possua esse serviço, você pode optar pelo atendimento feito pelo caixa. Caso você receba orientação contrária, fale com o gerente da agência ou, se preferir, com o Serviço de Apoio ao Consumidor (SAC) de seu banco e registre a ocorrência.

O funcionamento de uma agência

SÓ NA AGÊNCIA

O que você pode fazer apenas na agência

Algumas questões requerem a presença física do cliente para serem resolvidas. Abertura de conta corrente, cadastramento de senhas, solicitação de alguns tipos de empréstimos e financiamentos e negociação de taxas e débitos pendentes são algumas delas. Em caso de dúvida, ligue para a central de atendimento de seu banco e confirme se o assunto precisa ser resolvido pessoalmente ou pode ser solucionado por meio de um canal mais conveniente para você.

O funcionamento de uma agência

SENHAS

Sua proteção na hora de pagar e fazer saques

O sistema bancário utiliza comumente dois tipos de senhas, a eletrônica e a do cartão. A primeira serve para acessar seu banco pela internet. Já a senha do cartão serve para realizar transações nos caixas das agências, caixas eletrônicos e internet banking, além de efetuar o pagamento de compras em estabelecimentos comerciais. Saiba como proteger sua senha.

Como cadastrar a minha senha?

As senhas costumam ser cadastradas nos caixas das agências no momento de abertura da conta. Se você não tem uma senha para acessar o internet banking, verifique com seu banco qual o procedimento para cadastrar e usar essa facilidade.

O funcionamento de uma agência

CARTÕES

A chave para movimentar a conta e efetuar compras

Os cartões magnéticos são confeccionados pelos bancos e disponibilizados a seus clientes após a abertura da conta. São utilizados para realizar operações como saques, transferências, aplicações, pagamentos de contas e, ainda, realização de compras em lojas. Eles podem ter duas funções: débito, quando o valor é retirado automaticamente de sua conta, ou crédito, que permite parcelar compras e concentrar os pagamentos na data de vencimento do cartão. Saiba mais sobre o cartão de crédito.

Posso fazer transações sem o cartão?

Algumas operações, como depósitos, pedido de substituição do cartão e cadastramento de senhas não requerem, necessariamente, o uso do cartão.

Caixas eletrônicos e banco 24 horas

CAIXAS ELETRÔNICOS

Conveniência onde quer que você vá

Os bancos possuem caixas eletrônicos em locais como shoppings centers, lojas de conveniência, hospitais, clubes e postos de gasolina, entre outros, para que seus clientes façam suas transações bancárias em qualquer dia e horário, mesmo quando as agências estão fechadas. Nesses terminais, você pode sacar dinheiro, realizar pagamentos, fazer transferências e conferir seu extrato.

Há alguma restrição para uso do caixa eletrônico?

Algumas transações bancárias só podem ser realizadas dentro de horários pré-determinados; informe-se antes de ir ao caixa eletrônico. Há, também, um limite de valor para saques à noite, a partir das 22h.

Caixas eletrônicos e banco 24 horas

BANCO 24 HORAS

Onde e quando você precisar

A rede BANCO 24 HORAS atende clientes de mais 40 bancos em caixas eletrônicos espalhados por todo o país. Eles oferecem as mesmas facilidades das redes próprias mantidas pelas instituições e não há cobrança de tarifas adicionais para a realização de saques e outras transações. Encontre o equipamento mais próximo de você.

Correspondentes

O QUE SÃO CORRESPONDENTES

O que são os correspondentes?

São estabelecimentos contratados por instituições financeiras para prestar serviços de atendimento a seus clientes em todo o Brasil. Os correspondentes mais comuns são as casas lotéricas e bancos postais (agências dos Correios), mas há também supermercados, lojas e cartórios, entre outros. Saiba mais.

Quais serviços eles prestam?

Depende do convênio mantido entre o seu banco e o correspondente. Os serviços mais comuns são pagamento de contas, transferências, saques e recebimento de benefícios (INSS, seguro desemprego, PIS e FGTS). Em alguns casos, também podem receber propostas para abertura de contas corrente e poupança, solicitação de cartão de crédito e de empréstimo.

Quanto vou pagar para usar?

O correspondente não pode efetuar qualquer cobrança além das tarifas bancárias já praticadas pelo banco que o contratou para prestar o serviço.

PRODUTOS E SERVIÇOS

PRINCIPAIS PRODUTOS FINANCEIROS


PRINCIPAIS SERVIÇOS FINANCEIROS


Principais Produtos Financeiros

CRÉDITO E FINANCIAMENTO

Um para cada finalidade

Os bancos possuem várias linhas de crédito e financiamentos para a compra de mercadorias e serviços, realização de projetos ou reorganização financeira. Empréstimo pessoal, crédito consignado, cheque especial, cartão de crédito, financiamento de veículos e crédito imobiliário são alguns exemplos dessas linhas. Cada uma é mais adequada a cada situação. Antes de contratar é importante conhecer as condições e taxas de cada produto para usá-lo a seu favor. Saiba mais.

Porque alguns produtos são mais caros que outros?

Os juros praticados pelas instituições financeiras são, geralmente, relacionados ao risco de inadimplência do crédito. Quanto maior o risco, maior a taxa. Por isso, alguns produtos custam menos. É o caso do crédito consignado, que é descontado na folha de pagamento de quem contrata: a taxa é menor porque o risco de o banco não receber o dinheiro também é menor. Saiba mais.

Se eu quitar antes, pago menos?

Se você antecipar a quitação de um financiamento ou empréstimo, a instituição financeira deverá fazer a redução proporcional dos juros das parcelas que você pagar. Você pode antecipar o valor total ou parcial, pagando duas ou três parcelas a mais em um determinado mês, por exemplo. Em qualquer caso deverá ser feito o desconto dos juros. Saiba mais.

Principais Produtos Financeiros

INVESTIMENTO E PREVIDÊNCIA

Os juros a favor do seu patrimônio

Ao colocar seu dinheiro em uma aplicação, os juros passam a ser favoráveis a você, remunerando seu dinheiro e, com o tempo, aumentando seu patrimônio. O produto de investimento mais tradicional é a poupança. Mas há uma série de outros que podem oferecer rentabilidade superior, como fundos de investimentos, depósitos a prazo (CDB/RDB), letras de câmbio, imobiliárias e hipotecárias, letras de crédito (imobiliário e agronegócio), ações e títulos públicos negociados pelo Tesouro Direto. Saiba mais.

Previdência: investindo em um futuro tranquilo

Durante a fase produtiva da vida, as pessoas devem se preparar para garantir sua qualidade de vida na hora de se aposentar. Além da previdência social – aquela que é paga ao INSS –, um jeito de fazer uma reserva para o futuro é a previdência privada. Há dois tipos de planos de previdência: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). Veja a diferença entre eles. Saiba mais.

O que devo levar em conta na hora investir?

Alguns aspectos importantes a serem considerados: o retorno esperado (rentabilidade), o risco que você pretende correr para tentar obter uma rentabilidade maior e o tempo que você pretende deixar o dinheiro investido. Para reduzir os riscos, uma medida é escolher um dos produtos cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito. Veja quais são eles. Para descobrir os tipos de investimentos mais adequados a você, conheça o seu perfil de investidor. Saiba mais.

Principais Produtos Financeiros

SEGUROS

A proteção para o seu patrimônio

O seguro é uma forma de proteger o patrimônio que você construiu, garantindo a reposição do valor em caso de perda ou danos a um bem que você possui, como uma casa ou automóvel. Mas a proteção pode ir muito além. O seguro de vida, por exemplo, garante uma indenização às pessoas que dependem financeiramente de você. Com o seguro educacional, você pode garantir o pagamento da escola de seu filho até a faculdade. Outra opção é o seguro funerário. Saiba mais.

Principais Serviços Financeiros

CAPITALIZAÇÃO

Principal atrativo são os sorteios

O título de capitalização é um produto financeiro: você paga um valor mensal ou único e, ao final de um determinado período, resgata o valor corrigido com base na Taxa Referencial (TR), a mesma que corrige a poupança, porém, sem a rentabilidade da taxa de juros aplicada na poupança. O principal atrativo desses planos são os sorteios promovidos pelas instituições que ofertam o produto. Saiba mais.

Principais Produtos Financeiros

CONSÓRCIO

Em grupo, você não paga juros

O consórcio é um autofinanciamento feito por um grupo de pessoas que têm o mesmo objetivo: adquirir um bem ou serviço de forma parcelada sem pagar juros. Pode ser um carro, uma casa, uma viagem, um eletrodoméstico e até mesmo uma cirurgia estética ou uma festa de casamento. O valor é dividido em um número determinado de parcelas que cada participante deve pagar, mensalmente. Saiba mais.

Principais Produtos Financeiros

CÂMBIO

Remessas para o exterior e viagens

Os serviços de câmbio oferecidos pelos bancos abrangem a troca de moedas para viagens ao exterior, envio e recebimento de dinheiro em qualquer parte do mundo. Na cartilha de câmbio do Banco Central você aprende como realizar transferências de valores do exterior para o Brasil e do Brasil para o exterior. Saiba mais.

Principais Serviços Financeiros

CONTA-CORRENTE

Para que serve uma conta-corrente?

A conta bancária é usada para depósitos, saques e para efetuar pagamentos usando o cartão de débito que, muitas vezes, também funciona como cartão de crédito. Com seu cartão, você pode realizar saques, transferências, pagar contas e fazer outras transações nas agências, caixas eletrônicos, Banco 24 Horas e correspondentes. Além do cartão, a conta pode ser movimentada por cheques. Saiba mais.

Cheque ou cheque especial?

O cheque permite efetuar pagamentos com o dinheiro que você tem disponível em conta-corrente. Veja como preencher. Já o cheque especial é um empréstimo que o banco coloca à sua disposição para situações emergenciais, em que você usa o dinheiro para resolver uma urgência e restitui o valor rapidamente. Como as taxas de juros são elevadas, é preciso conhecer e saber como usar para evitar o descontrole e o risco de inadimplência ou superendividamento. Saiba mais.

O que é uma conta digital?

É um tipo de conta-corrente oferecida pelos bancos e que é isenta da cobrança feita pelos pacotes padronizados de serviços. Você faz todas as suas movimentações exclusivamente pela internet (computador e celular), caixas eletrônicos e telefone. A conta pode ser usada normalmente para efetuar pagamentos, saques, transferências, contratação de crédito ou investimentos por meio desses canais. As contas digitais não costumam incluir talões de cheques.

Principais Serviços Financeiros

CARTÕES

Saiba aproveitar os benefícios

O cartão de crédito é um meio de pagamento que você pode usar para fazer compras à vista ou em parcelas nas lojas. Pode ser usado, inclusive, para pagar as contas de água, energia e telefone, mediante a cobrança de tarifas. Seus principais benefícios são a possiblidade de centralizar os pagamentos em uma única data e o prazo de até 40 dias para pagar a fatura. É preciso, contudo, conhecer seu funcionamento para evitar o descontrole e o endividamento. Saiba mais.

Por dentro da fatura e do rotativo

A facilidade no uso do cartão de crédito pode levar ao descontrole financeiro e, quando isso acontece, as pessoas acabam recorrendo ao crédito rotativo do cartão, que possui uma das taxas de juros mais elevadas do mercado. Confira as dicas para evitar que isso aconteça com você. Entenda, também, a fatura.

Principais Serviços Financeiros

PAGAMENTO DE CONTAS

Comodidade para efetuar seus pagamentos

Boletos, faturas, contas de consumo (água, energia e telefone) e impostos podem ser pagos pelo internet banking, nos caixas eletrônicos, agências e correspondentes bancários. Fique atento à data de vencimento. No caso de boletos, se você perder o prazo de pagamento e eles forem emitidos por um banco diferente do seu, você só conseguirá efetuar o pagamento no banco emissor. Saiba mais sobre o pagamento com boletos. Veja, também, como pagar boletos após o vencimento.

Principais Serviços Financeiros

COMPENSAÇÃO DE CHEQUES

O dinheiro em sua conta em até dois dias

Na compensação de cheques é feita uma consulta ao banco de quem emitiu o cheque e, conferida a disponibilidade de saldo, é feita a transferência do valor para a conta-corrente ou poupança de quem recebeu o cheque. O prazo para liberação do dinheiro na conta é de dois dias para valores inferiores a R$ 299,00 e de um dia para valores acima de R$ 300,00. Saiba mais. Saiba também como preencher cheques.

Principais Serviços Financeiros

DÉBITO AUTOMÁTICO

Suas contas pagas no dia certo

O débito automático possibilita que suas contas sejam pagas na data correta. Você faz o cadastramento em seu banco e, na data de vencimento, as contas de luz, gás, água, telefone, TV por assinatura, assinaturas de revistas e cartões de crédito, entre outras, são debitadas automaticamente em sua conta. Não há cobrança pelo serviço.

O que é o DDA?

O Débito Direto Autorizado (DDA) é o envio eletrônico das informações de boletos de cobrança que, antes, eram emitidos em papel. Para acessar esse serviço, você precisa cadastrar essa opção em seu banco. Assim, você passa a acessar esses boletos no aplicativo do celular, internet banking ou caixa eletrônico.

CANAIS DE ATENDIMENTO

QUAIS FACILIDADES O BANCO OFERECE PARA PAGAMENTO DE CONTAS E RESOLUÇÕES DE PROBLEMAS?

STAR | Conte aqui (Ouvidoria e Autorregulação da FEBRABAN)

Facilidades e resoluções de problemas

ATENDIMENTO TELEFÔNICO

Para informações e realização de transações

Nas centrais de atendimento ao cliente, você pode consultar saldos e extratos, efetuar transferências, pagamentos, aplicação e resgate de investimentos ou pedir talões de cheques, por exemplo. Você também pode tirar dúvidas sobre produtos e serviços e obter informações sobre sua conta-corrente. Clique aqui para encontrar o telefone da central de atendimento de seu banco.

Qual a diferença entre o SAC e a central de atendimento?

O Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) é um canal exclusivo para reclamações, cancelamentos e informações gerais sobre produtos e serviços. Nesse canal, não são realizadas operações bancárias. Elas podem ser feitas apenas nas centrais de atendimento.

Facilidades e resoluções de problemas

ATENDIMENTO DIGITAL

Seu gerente sempre no ar

As instituições financeiras oferecem múltiplas possibilidades de contato com o gerente de sua conta. Você pode usar e-mail, WhatsApp, videoconferência e chat online, por meio do internet banking. Em muitos casos, o horário de atendimento é mais amplo do que o das agências. Verifique se o seu banco oferece essa possibilidade.

Facilidades e resoluções de problemas

OUVIDORIA

Depois de ter passado por outros canais

Canal de atendimento exclusivo para questões que não puderam ser resolvidas nos demais pontos de atendimento, como o SAC e as agências. Se você não ficar satisfeito com a solução apresentada por esses canais, poderá pedir uma reavaliação por parte da Ouvidoria de seu banco.

Facilidades e resoluções de problemas

REDES SOCIAIS

Curta, comente e compartilhe

As redes sociais são usadas para esclarecimento de dúvidas, sugestões e, em alguns casos, os bancos também atendem reclamações. Esse não é um canal para operações. Por isso, nunca exponha seus dados (conta-corrente e CPF, entre outros). Caso o banco necessite dessas informações, entrará em contato com você por mensagem privada. Em nenhuma hipótese forneça sua senha.

Facilidades e resoluções de problemas

CONTE AQUI

Atendimento do Sistema de Autorregulação Bancária da FEBRABAN

Você pode usar o Conte Aqui para comunicar o descumprimento de normas de Autorregulação do setor bancário relacionadas a tarifas, taxas de juros, questões contratuais e de atendimento, entre outras. Clique aqui para acessar. São aceitos registros apenas de clientes de instituições que aderiram à Autorregulação Bancária. Confira a lista.

Facilidades e resoluções de problemas

STAR

Pesquise e compare preços dos produtos e serviços

O Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros da FEBRABAN (Star) facilita a consulta e a comparação das tarifas para pessoas físicas praticadas pelos bancos e financeiras. Acesse aqui.

INTERNET BANKING

QUAIS FACILIDADES O BANCO OFERECE PARA PAGAMENTO DE CONTAS E RESOLUÇÕES DE PROBLEMAS?

Internet Banking

SERVIÇOS

Faça tudo pelo computador

No portal do seu banco na internet você consegue efetuar a maioria das operações bancárias sem sair de casa. Você pode pagar contas, tributos e faturas, consultar saldo e extratos, acompanhar a fatura do cartão de crédito, fazer aplicações e resgate de investimentos e recarga de celular, entre outros. Também pode fazer simulações, contratar empréstimos e financiamentos e enviar mensagens ao gerente de sua conta.

Internet Banking

COMO FUNCIONA

O passo a passo para entrar

Para usar o internet banking é necessário cadastrar uma senha eletrônica. Fale com seu banco para saber como fazer isso. Essa senha é suficiente para efetuar consultas. Porém, para transações, você precisará também da senha do seu cartão e de um dispositivo de segurança (token ou chave) fornecido por seu banco. Entre no site do banco, insira o número da agência e conta e, em seguida, a senha eletrônica. A senha do cartão e o código de segurança serão solicitados em cada transação.

Internet Banking

MOBILE BANKING

Seu banco no bolso

Os bancos colocam à disposição de seus clientes aplicativos para celulares e tablets. Entre na loja de aplicativos, encontre o seu banco e faça o download. As senhas e o dispositivo de segurança são os mesmos do internet banking. No aplicativo, você pode consultar saldo e extrato, fazer aplicações e resgates, transferências e efetuar pagamentos. Algumas instituições oferecem a possibilidade de usar a câmera do celular para “ler” o código de barras das contas, sem a necessidade de digitar. Saiba mais.

Internet Banking

SEGURANÇA

Você cuidando do seu patrimônio

Os bancos possuem mecanismos para garantir a segurança de suas operações pelo internet banking e demais canais usados pelos clientes. Para não ficar sujeito a golpes ou cópia de seus dados bancários, você precisa fazer a sua parte, seguindo as orientações de segurança recomendadas por seu banco. As principais delas: mantenha o antivírus e o firewall de seu computador atualizados, não forneça seu cartão ou senhas a outras pessoas e não faça operações bancárias em computadores públicos. Saiba mais.

Porque o antivírus e firewall são importantes

De acordo com empresas de segurança digital, são criados em média 220 mil novos vírus por dia em todo o mundo. Para se proteger, instale um antivírus em seu computador e o mantenha sempre atualizado. Mantenha, também, um firewall, que ajuda a impedir que sejam instalados em seu computador, sem que você saiba, programas de captura de dados.

SEGURANÇA BANCÁRIA

VOCÊ E SEU BANCO TRABALHANDO JUNTOS

Segurança bancária

PROTEJA SUA SENHA

Pessoal e intransferível

A senha dá acesso à sua conta bancária, permitindo que você utilize seu cartão de débito ou crédito com toda a segurança necessária. E, por isso, deve ser usada exclusivamente pelo titular da conta e mantida em segredo. Em nenhuma situação você deve fornecer sua senha, nem mesmo a funcionários de bancos. Memorize-a e, quando for preciso anotar, nunca guarde o papel junto ao cartão. Nunca digite sua senha em computadores ou telefones de outras pessoas. Saiba mais.

Como cadastrar uma senha segura

Evite escolher senhas que possam ser facilmente deduzidas ou descobertas em uma rápida busca nas redes sociais, como a data de nascimento (tanto a sua quanto a de pessoas próximas), números óbvios, como o do telefone, RG, placa do automóvel e da residência. Evite, também, palavras ou sequências de números, letras ou teclas. Outra recomendação importante: troque periodicamente sua senha. É fácil e você fica mais seguro.

Como evitar o roubo de senha no caixa eletrônico

Ao usar caixas eletrônicos, mantenha seu corpo próximo à máquina para evitar que sua senha possa ser identificada ou deduzida em função dos movimentos de sua mão. Confira se as pessoas atrás de você estão respeitando a faixa de segurança pintada no chão. Ao usar máquinas instaladas em locais públicos, evite o horário noturno. Veja, também, como proteger seus dados ao usar a internet.

Segurança bancária

COMO EVITAR FRAUDES

De olho, mesmo que não ache estranho

Há uma série de mecanismos utilizados por fraudadores para tentar obter dados pessoais, bancários e de seu cartão de crédito. Por isso, toda atenção é pouca. Esbarrões ou encontros acidentais em bancos, por exemplo, podem ser usados para trocar seu cartão por outro. E-mails com ofertas podem direcionar você a sites criados para capturar seus dados. Clicar em arquivos e links desconhecidos na internet pode levar à instalação de “cavalos de troia”, que buscam informações de seu computador. Saiba mais.

Proteja-se nas compras online

Escolha sites que possuam certificação digital de segurança e pesquise a idoneidade da empresa vendedora: descubra se ela possui CNPJ, telefone para contato e endereço fixo, e busque comentários de usuários nas redes sociais. Fique atento, também, se o endereço que você digitou não foi alterado na navegação para evitar ser direcionado para páginas de captura de dados. Veja, ainda, como proteger seu computador.

Segurança bancária

NÃO ACEITE AJUDA DE ESTRANHOS

Todo cuidado é pouco

Antes de usar o caixa eletrônico, verifique na tela se o equipamento está ativo e, se não estiver, não insira seu cartão. Caso você não consiga concluir uma operação ou seu cartão fique retido, se estiver em uma agência, peça ajuda a um funcionário do banco com uniforme e crachá. Em caixas externos, use o telefone da cabine para comunicar o ocorrido. Nunca aceite ajuda de estranhos, por mais solícita ou bondosa que a pessoa aparente ser.

Segurança bancária

BIOMETRIA

Uma marca que é só sua

A biometria é o registro de características pessoais para garantir sua segurança ao realizar qualquer transação bancária. Em vez de digitar a senha no caixa eletrônico, você pode usar suas digitais, reconhecimento facial, da íris (olhos) ou voz. Saiba mais.