Uma Iniciativa Febraban

Você gasta além dos limites? Pode ser falta de sonhos

Fazer economia é, quase sempre, um desafio diante da quantidade de coisas atraentes às quais estamos expostos nas vitrines, prateleiras e canais de comunicação, nos ambientes reais e virtuais que costumamos frequentar. Cotidianamente, somos chamados a consumir. Como fugir desses chamarizes e criar uma disciplina para guardar dinheiro?

Um dos segredos é cultivar sonhos. Não aqueles impossíveis, mas sonhos que você pode alcançar se fizer um esforço adequado durante um determinado período. Com um ou mais objetivos bem definidos, colocados no papel e orçados, fica mais fácil controlar o impulso e fazer escolhas baseadas no que é prioritário para você em cada momento, em vez de ceder aos estímulos para comprar, comprar, comprar.

As pessoas costumam ser movidas por ideais, por isso saber o que você deseja conquistar é o primeiro passo para mudar seus hábitos financeiros e não cair nas armadilhas do consumo. Confira as dicas e comece 2017 com o pé direito!

# Foco, foco: Coloque no papel o que você pretende realizar, mas cuidado para não exagerar na quantidade de metas. Melhor realizar uma única conquista do que dispersar recursos, perder o foco e a motivação tentando concretizar vários sonhos de uma vez. Evite, também, perseguir alvos conflitantes, como ter um filho e começar uma pós-graduação ao mesmo tempo, que irão exigir muito tempo ou dinheiro simultaneamente.

# Até dezembro: Aproveitando que o ano está começando, defina um grande objetivo a ser concretizado até dezembro. Por exemplo, montar uma reserva para bancar as despesas por três meses em caso de imprevisto, juntar o valor da entrada para trocar o carro ou montar o enxoval do bebê que vai chegar.

# Para o futuro: Você pode, ainda, estabelecer um plano de médio ou longo prazo, algo que você precisará de mais tempo para tirar do papel, como ter um imóvel próprio ou se preparar para viver bem na aposentadoria. Então, veja quanto custa o seu sonho para saber quando ele poderá ser viabilizado. Para facilitar, use a Calculadora de Sonhos.

# Para o presente: Inclua em seu planejamento uma meta ligada à educação, aperfeiçoamento profissional ou desenvolvimento pessoal. Que tal ler um livro novo a cada dois meses, aprender uma nova língua ou assistir a aulas online sobre um assunto que lhe interessa? Conhecimento ajuda a melhorar a renda e a empregabilidade.

# Sem empecilhos para sonhar: Mesmo que esteja endividado, isso não deve impedir você de ter objetivos. Feche os olhos e pergunte-se a si mesmo: o que pretendo conquistar quando eu pagar essas dívidas? É essa meta que irá motivá-lo a ter disciplina para quitar seus compromissos e seguir em frente.

# Na sua onda: Só porque a vizinha montou uma cozinha nova ou o colega trocou de carro não significa que tais conquistas sejam importantes para você. Evite direcionar sua energia, tempo e dinheiro perseguindo objetivos alheios. Siga aqueles sonhos que façam você feliz e combinem com sua essência.

# Faça os cálculos: Faça o seu orçamento para conhecer detalhadamente o quanto você recebe e gasta todo mês, sem esquecer as pequenas despesas do dia a dia. Somadas, elas podem consumir um bom percentual do seu rendimento. Conte com o Jimbo para apoiar você nessa organização. Olhando com lupa sua situação financeira, veja onde podem ser feitos cortes para sobrar mais dinheiro para a reserva do sonho.

# Conte para todo mundo: Muitas vezes, os sonhos não dependem apenas de você. É preciso envolver as pessoas a seu redor para que todos participem do desafio de guardar dinheiro e poupar nos gastos da casa. Além da família, compartilhe seus sonhos com os amigos e peça para que eles colaborem evitando programas caros, que possam comprometer seus objetivos.

# Comemore: Celebre cada conquista, por menor que ela seja. Conseguiu quitar o que devia no cartão de crédito? Fez uma reserva financeira equivalente a um mês de contas? Passou no ENEM? Comemore e defina novas metas.



Matérias Relacionadas

Prepare-se para tirar seus planos do papel

Prepare-se para viver sem dívidas

Faça uma caça aos gastos invisíveis e economize

No game e na vida real

Não basta trabalhar, é preciso cuidar do que você ganha

Você está se preparando para parar de trabalhar?