Uma Iniciativa Febraban

Consumo consciente: bom para a natureza e o bolso

Diariamente consumimos produtos e serviços que trazem com eles efeitos que não nos damos conta. Quando vamos ao supermercado e compramos leite, por exemplo, diversas ações ocorrem, tanto antes quanto depois, que podem afetar nosso meio ambiente: desde o desmatamento indevido de uma área com árvores para que o gado seja criado, a sacola plástica que utilizamos para levar o leite, a fumaça que o carro solta no trajeto, até o descarte inadequado da embalagem.

Toda vez que entendemos esse processo e tentamos diminuir os impactos na natureza ou na sociedade, praticamos o consumo consciente.  Mas isso não significa se privar de uma vida confortável, nem algo complicado de se fazer no dia a dia. Com pequenas atitudes e mudanças de hábitos, podemos cuidar melhor do planeta e também do nosso bolso.

 

1. Planeje suas compras
A impulsividade é inimiga do consumo consciente. Planeje antecipadamente e, com isso, compre menos e melhor. A nossa listinha de compras pode ajudar nessa tarefa e evitar que você compre mais do que precisa.

 

2. Avalie os impactos de seu consumo
Leve em consideração o meio ambiente e a sociedade em suas escolhas de consumo.

 

3. Consuma apenas o necessário
Antes de comprar alguma coisa pense se você realmente precisa daquele produto. Cuidado ao comprar muitos produtos em oferta no supermercado, verifique se vai consumir tudo dentro de sua data de validade.

 

4. Reutilize produtos e embalagens
Evite comprar outra vez o que você pode consertar, transformar ou reutilizar. Se preferir ter algo novo, veja a possibilidade de doar o que já tem ou vender para conseguir uma renda extra.

 

5. Separe seu lixo
Recicle e contribua para a economia de recursos naturais, a redução da degradação ambiental e a geração de empregos.

 

6. Use crédito conscientemente
Pense bem se o que você vai comprar a crédito não pode esperar e esteja certo de que poderá pagar as prestações. Outra dica importante é entender se o produto de crédito solicitado é o que realmente atende à sua necessidade. Por isso, pesquise e/ou converse com o gerente do seu banco.

 

7. Conheça e valorize as práticas de responsabilidade social das empresas
Em suas escolhas de consumo, evite olhar apenas preço e qualidade do produto. Assim você pode optar por produtos de empresas que tenham responsabilidade com seus funcionários, sociedade e meio ambiente.

 

8. Não compre produtos piratas ou contrabandeados
Compre no comércio legalizado, assim você ajuda a gerar empregos estáveis e no combate ao crime organizado e à violência.

 

9. Contribua para a melhoria de produtos e serviços
Procure sempre enviar às empresas sugestões e críticas construtivas sobre seus produtos e serviços.

 

10. Divulgue o consumo consciente
Você pode sensibilizar outros consumidores ao passar informações, valores e práticas do consumo consciente. Uma dica é começar pela sua família e amigos mais próximos.

 

11. Reflita sobre seus valores
Avalie constantemente os princípios que guiam suas escolhas e seus hábitos de consumo.

 

Fonte: www.akatu.org.br

 

 


Matérias Relacionadas

Emprego temporário: conquiste uma oportunidade

Vem aí o 13° salário: dicas para aproveitar sem se enrolar

Como economizar na decoração de Natal

Perfil de Investidor

>

Ano novo, casa nova - Construa ou reforme sem preocupaçao

Um novo roteiro para 2017

Despesas escolares

Tá pensando em fazer plano de saúde?

Dez dicas para você não se enrolar com o cartão de crédito

>

Economize e divirta-se com o Chá de Bebê

Nota fiscal - utilidade e benefícios

Amigo secreto e presentes de Natal - Diminua seus gastos

Aproveite as férias de verão sem preocupaçao com orçamento

Não deixe a dengue picar você e o seu bolso

>

Ceias de Natal e Ano Novo que cabem no bolso