Uma Iniciativa Febraban

A onda é desapegar

Sabe aquela calça que você veste e, toda vez, desiste de usar? Aquele par de sapatos que pega um pouco no calcanhar? O móvel que atrapalha a passagem? O videogame que ninguém aguenta mais jogar? A bicicleta e o monte de tralha ocupando uma boa parte da garagem? Tudo isso pode ser vendido, reciclado, trocado por algo útil ou, ainda, doado a quem precisa e vai usar.

Além de desentulhar armários e organizar melhor os espaços de casa, você ainda pode levantar algum dinheiro para fazer uma viagem, um curso, quitar uma dívida ou realizar qualquer outro projeto que tenha em mente. A estudante de arquitetura Larissa Candro, por exemplo, guardou os cerca de R$ 200,00 que ganhou com a limpeza que fez no armário este ano. “Foram para a poupança que faço para viajar”, conta.

Larissa criou um álbum no Facebook com fotos das peças que pretendia vender. As demais foram trocadas com as amigas, num dia de trocas organizado por elas. O que sobrou foi para doação. Como fez a Larissa, a moda, hoje, é desapegar: tirar o que está sobrando dentro de casa e pôr em circulação.

Isso é bom para o bolso e, também, para o meio ambiente. Permite que tudo o que já foi fabricado possa ser aproveitado por mais pessoas, evitando o uso de recursos naturais.

Como vender?

Há um grande número de sites nos quais você pode anunciar gratuitamente o que quer passar adiante. Em alguns deles, você pode criar sua própria página de classificados.

As redes sociais são outro excelente canal para montar um bazar virtual ou aproveitar os bazares coletivos que já funcionam na região. Faça uma busca pela palavra “bazar” no Facebook, por exemplo. A ferramenta retorna algumas centenas de páginas com ofertas de usados: roupas, utensílios, móveis, artigos para bebês e por aí vai.

Escolheu onde vai anunciar? Planeje como fará as entregas, inclua o frete no preço da mercadoria que irá vender e pronto! É só agitar a sua rede de relacionamentos para curtir e compartilhar.

Para ajudar você nessa tarefa, selecionamos alguns endereços na internet que vale a pena olhar. Faça uma busca por assunto para encontrar outras opções e aproveite!

Estilo: A revista Estilo, da Editora Abril, mantém uma página no Facebook que aglutina pessoas interessadas em trocar roupas, calc¸ados e acesso´rios. Como se trata de um grupo fechado, você precisa enviar uma solicitação para entrar.

Peguei Bode: Enjoou e quer se desfazer de uma roupa de grife ou de festa? Esta é a proposta deste site dedicado a vendas online de peças de luxo seminovas.




Brechó Bebê: Você pode vender brinquedos, carrinhos, cadeirinhas de bebês, roupinhas e outros itens. O anúncio é gratuito, e o site não cobra comissão sobre suas vendas.

Quintal das trocas: Facilita a troca de brinquedos, jogos, livros e fantasias entre crianças, de um jeito fácil e seguro.

Retroca: Brechó e ponta de estoque infantil para compra e venda de roupinhas novas e seminovas.

Ficou pequeno: Especializado em roupas, sapatos, brinquedos e acessórios pouco usados para bebês, crianças e mamães.

Disco Fácil: Discos de vinil são procurados por colecionadores e podem render um bom dinheiro. Neste site, há uma cobrança de 8% sobre o valor da venda.

Roda de Vitrola: Você pode anunciar os discos individualmente ou em lotes. A coleção completa de um internauta, com mais de 100 discos, é oferecida aqui por R$ 25 mil.

Livreiro Online: Basta fazer um rápido cadastro para anunciar livros, revistas e jornais que você já leu e não precisa mais guardar.

Vender Livros: Classificados de livros usados que não cobra pelo anúncio. É só inserir uma foto e um resumo do livro.

Companhia dos Sebos: Compra e venda de livros, revistas, gibis, CDs, LPs, DVDs e jogos, entre outros itens.

Móveis Usados Net: Você pode efetuar o cadastro para publicar, gratuitamente, móveis e objetos que deseja vender, trocar ou doar.

Sala Sale: Especializado em móveis usados, com endereços de empresas que fazem compra e venda.

Remobile: O site se destaca pela venda de móveis e objetos de design.

Descola Aí: Tem como proposta promover o consumo colaborativo, aproximando pessoas que querem trocar e comprar usados. As ofertas vão de máquinas e ferramentas a games e utensílios domésticos.

OLX: Conecta quem vende a pessoas interessadas em comprar produtos de todo tipo, de eletrônicos, artigos esportivos e roupas a automóveis. Oferece o aplicativo Skina, para facilitar a venda pelo celular.

Enjoei: Faz a intermediação de artigos de casa, móveis, roupas, acessórios e eletrônicos. É só entrar na página e anunciar.

Coloque a magrela para circular: A bicicleta enferrujou e está parada? No YouTube você encontra uma série de tutoriais que ensinam a desenferrujar e pintar sua bike, deixando-a novinha em folha.

Metais e sucata eletrônica: Quando fizer a limpeza na garagem, separe e venda os materiais metálicos. Procure na internet uma empresa de reciclagem em sua cidade e entre em contato. Algumas compram inclusive computadores, celulares, fiação e outros eletrônicos.

Exército da Salvação: Aceita roupas, móveis, eletrodomésticos, livros, eletrônicos e utensílios domésticos, entre outros. A entidade retira os materiais doados em casa, em várias cidades brasileiras. Você pode, inclusive, agendar a retirada pelo site.

Casas André Luiz: São aceitos móveis, eletrodomésticos, roupas e objetos em bom estado. A entidade faz a retirada na Grande São Paulo e na região de Campinas e Sorocaba. O agendamento também pode ser feito pela internet.



Matérias Relacionadas

O novo saiu de moda - A onda agora é compartilhar

Consumo consciente: bom para a natureza e o bolso

O que suas escolhas de consumo dizem sobre você?